Você está aqui: Página Inicial » Gramática » 7 verbetes do inglês que tiveram origem no português

Gramática

Texto:
por: CCAA

7 verbetes do inglês que tiveram origem no português


Muitas línguas sofreram influência do português, diversos vocábulos "migraram" para o inglês. Por isso, os alunos se deparam com palavras e verbetes oriundos do português quando estão estudando no curso de inglês.





Faça um curso de Inglês no CCAA e conheça muitas curiosidades da língua!
Faça um curso de Inglês no CCAA e conheça muitas curiosidades da língua!



As línguas se transformam com o passar do tempo, uma vez que são organismos vivos, elásticos e suscetíveis a mudanças todo o tempo. O multiculturalismo é uma tendência inevitável, que só tem a acrescentar e enriquecer a comunicação. O idioma não tem freios para se estabelecer nas culturas mais diversas.

O inglês, por exemplo, há muito tempo invadiu nosso acervo lexical: é o que chamamos de estrangeirismo, a inclusão de palavras de origem estrangeira que não têm correspondência no português. É o caso de palavras como close-up e self-service, por exemplo. Muitas palavras de nosso vocabulário advêm de outras línguas, fruto da intensa troca de informações entre culturas de diferentes partes do globo.

Contudo, houve épocas em que o português se alastrou pelo mundo. Em meados do século XV, com o incentivo do Infante Dom Henrique, vários cientistas se reuniram em torno do aprimoramento das técnicas de navegação: foi o surgimento da Escola de Sagres.

Durante as Grandes Navegações, nos séculos XV, XVI e XVII, Portugal dominou as rotas marítimas comerciais, perpassando todos continentes. À época, a nação ocupava uma posição privilegiada em relação ao resto da Europa, disseminando sua cultura, costumes e, claro, seu idioma.

Muitas línguas sofreram influência do português: Macau, na China; Zanzibar e Tanzânia, na África; Malaca, na Malásia; e a Índia Portuguesa. Na língua japonesa, por exemplo, há centenas de verbetes do português assimilados ao léxico do idioma.

Durante todo esse processo, diversos vocábulos do português também "migraram" para o inglês. Por isso, os alunos se deparam com palavras e verbetes oriundos do português quando estão estudando no curso de inglês. E, na maioria das vezes, eles não sabem que determinadas palavras do inglês têm origem no nosso idioma. Por isso, listamos 7 verbetes do português presentes no inglês:

  • Albino: O termo foi utilizado (do latim albus, branco, ausência de pigmento) por um explorador português do séc. XVII para designar nativos da África. Com o tempo, generalizou-se para todo e qualquer ser vivo desprovido de pigmento.

  • Auto da fê ou Auto-da-fé: (cerimônia pública ou não na qual eram lidas e executadas as sentenças da Inquisição).

  • Casta: significa “puro, intacto” e também uma linhagem vegetal ou animal com origem comum e caracteres semelhantes. O termo refere-se a fechados grupos sociais em que se dividia a sociedade da Índia, nos quais um indivíduo fica preso até sua morte na casta em que nasceu. Logo o inglês e a maioria das línguas europeias adotaram o vocábulo

  • Lacquer: o famoso laquê para cabelo deriva de laca, um tipo de substância resinosa produzida em certas espécies de árvores.

  • Marmalade: marmelada, geleia de laranja ou limão.

  • Molasses: melaço, líquido viscoso e escuro que se forma na cristalização do açúcar, melado.

  • Tanque: Durante a Primeira Guerra Mundial, os ingleses projetaram secretamente os primeiros carros de combate que rodavam sobre esteiras. Para despistar os alemães, escreviam tank (reservatório) nas caixas de madeira que levavam as peças para França. A estratégia fez com que o novo veículo pegasse os alemães desprevenidos, consolidando a palavra "tanque".

O inglês é o idioma principal no mundo, com cerca de 335 milhões de falantes. No Brasil, anualmente milhares de pessoas se matriculam em uma escola de inglês para obter proficiência na língua: o CCAA, com tradição em ensino de idiomas desde 1961, conta com um exclusivo e inovador método de ensino. Para agendar uma aula gratuita, encontre a unidade CCAA mais próxima de você e veja na prática como funciona a metodologia do curso.





Artigos Relacionados