Você está aqui: Página Inicial » Gramática » Sintaxe » Acabar com e Acabar em

Sintaxe

Texto:
por: Vânia Maria do Nascimento Duarte

Acabar com e Acabar em








Acabar com e acabar em possuem sentidos semânticos distintos
Acabar com e acabar em possuem sentidos semânticos distintos

Acabar com e acabar em representam, entre muitos outros casos, possíveis questionamentos acerca do uso da preposição – elemento que se associa ao verbo por fatores relacionados à regência. Nesse sentido, a título de conhecermos os traços que delineiam tal ocorrência, analisemos, pois, o enunciado ora descrito:

A rebelião acabou com a morte de vários detentos.

Ou seria:

A rebelião acabou na morte de vários detentos.

O principal aspecto que norteia essa discussão é, antes de tudo, o fato de a regência verbal estabelecer uma estreita relação com o contexto no qual o verbo se encontra inserido, ou seja, o sentido por ele demarcado representa fator preponderante.

Partindo desse pressuposto, resta-nos compreender que “acabar com” significa destruir algo, arruinar. Dessa forma, convenientemente dizemos:

A tragédia acabou com a cidade. (destruiu)

Sua indiferença acabou com todas as minhas esperanças. (idem à análise anterior)

“Acabar em”, segundo as acepções semânticas, possui o sentido de ter como desenlace. Assim sendo, quanto à pergunta do início do texto, há que se constatar que a segunda opção é tida como correta, tendo em vista o sentido apresentado pelo verbo, ou seja:

A rebelião acabou na morte de vários detentos.

Todas aquelas manifestações acabaram na prisão de dois participantes.





Artigos Relacionados