Você está aqui: Página Inicial » Gramática » Morfologia » Interjeições

Morfologia

Texto:
por: Vânia Maria do Nascimento Duarte

Interjeições










Percebeu quão diversificados são os recursos linguísticos dos quais podemos compartilhar para compor nosso discurso? Servimo-nos de forma específica das preposições, cuja finalidade se atribui à forma pela qual expressamos os mais variados sentimentos que norteiam nossa vivência.

Diante disso, as circunstâncias em que se mostram aplicáveis se referem às intenções do próprio emissor, retratadas e representadas por:


Observações importantes:

* Quaisquer que sejam os sentimentos retratados, estes virão sempre acompanhados do sinal de pontuação, demarcado por “!”.

* Não devemos confundir o termo “ó” com o “oh”, que revela admiração, pois este necessariamente prescindirá da pontuação, enquanto que aquele, funcionando como vocativo, não.
Exemplos:

Ó Deus, proteja-me.
Oh! quanta gentileza de sua parte.





Artigos Relacionados