Você está aqui: Página Inicial » Gramática » Sintaxe » O aposto e suas diferentes classificações

Sintaxe

Texto:
por: Vânia Maria do Nascimento Duarte

O aposto e suas diferentes classificações








Torna-se de fundamental importância que compartilhemos de uma característica relevante, em se tratando do aposto - o fato de ele ser concebido como sendo um termo acessório da oração. Tal denominação pode, aparentemente, revelar que ele não tenha assim tanta importância para o enunciado.

Ao contrário, o termo em questão tem por finalidade enriquecer a mensagem ora proferida, acrescentando-lhe informações que se revelam extremamente pertinentes, denotando certa completude mediante o discurso em questão. Assim sendo, para que possamos nos tornar efetivos conhecedores acerca das características que norteiam o termo em evidência, daremos ênfase às suas subclassificações. Vejamos:

Aposto explicativo
Sempre disposto entre sinais de pontuação, amplia a noção de significância referente ao termo anterior.

Ex: Dom Casmurro, obra literária de Machado de Assis, é uma excelente opção de leitura.

Enumerativo
Enumera as partes constitutivas do termo em referência, demarcado pelos dois-pontos,
vírgula ou travessão.

Ex: Na sala havia dois alunos que sempre se destacavam: Pedro e Marcela.

Especificativo
Sem vírgula, liga-se a um substantivo de sentido genérico, indicando a espécie a que pertence.

Ex: O mártir Machado de Assis tornou-se canonizado na Literatura.

Recapitulativo
Por meio de um pronome resume o que anteriormente foi expresso.

Ex: Desculpas, pedidos de reconciliação, nada muda a concepção que tenho de você.





Artigos Relacionados