Você está aqui: Página Inicial » Gramática » Sintaxe » Orações coordenadas

Sintaxe

Texto:
por: Mariana Rigonatto

Orações coordenadas


Orações coordenadas são aquelas que participam do mesmo período e são sintaticamente independentes.





A oração (1) é coordenada assindética e a (2) coordenada sindética
A oração (1) é coordenada assindética e a (2) coordenada sindética



Observe o período abaixo:

Ele é inteligente e estuda muito.

Agora, veja o que acontece se separarmos o período em duas orações:

Ele é inteligente.

Ele estuda muito.

Como você pode ter notado, as duas orações são independentes, não é mesmo? Isso deve-se ao fato de elas não exercerem nenhuma função sintática uma em relação a outra. Esses tipos de orações são conhecidos como orações coordenadas. Assim, podemos conceituar:

  • As orações coordenadas são aquelas sintaticamente independentes.

Além disso, é importante dizer que esse tipo de oração pode ou não ser introduzida por uma conjunção. As orações que apresentam conjunção são chamadas de orações coordenadas sindéticas; já as que não possuem conjunção são chamadas de orações coordenadas assindéticas.

  • As orações coordenadas sindéticas podem ser:

a) aditivas: são aquelas que dão uma ideia de sequência ou adição de fatos ou acontecimentos. Essas orações são articuladas por meio de uma conjunção aditiva (e, nem).

Eu não vou comer salada, nem tomar suco.

b) adversativas: são aquelas que se opõem àquilo que se declara na primeira oração. Elas são articuladas por meio de uma conjunção adversativa (porém, mas, todavia, contudo, no entanto, entretanto, não obstante).

Eu queria ficar em casa, porém preciso ir ao banco.

c) alternativas: são aquelas que excluem o conteúdo da outra. Essas orações são articuladas por meio de uma conjunção alternativa (ou) ou pelos pares quer... quer, já... já, ora... ora.

Viajarei de avião ou pegarei um ônibus.

d) conclusivas: quando expressam uma conclusão ou consequência lógica baseada na primeira oração. Elas são articuladas por meio de uma conjunção conclusiva (logo, portanto, pois, assim, então, por isso, por conseguinte, de modo que, de forma que, em vista disso).

Fez uma cirurgia, por isso não irá à aula.

e) explicativas: quando expressam uma explicação para o que é dito na primeira oração. Elas são articuladas por meio de uma conjunção explicativa (porque, que, pois).

Ela estava comemorando, porque foi aprovada.

  • As orações coordenadas assindéticas são aquelas que se encadeiam sem a presença de uma conjunção. Elas aparecem justapostas, separadas por vírgula.

Os anos passavam, a responsabilidade crescia.