Você está aqui: Página Inicial » Gramática » Sintaxe » Orações intercaladas ou interferentes

Sintaxe

Texto:
por: Vânia Maria do Nascimento Duarte

Orações intercaladas ou interferentes









A princípio, “intercaladas e interferentes” são conceitos que não fazem parte do nosso cotidiano linguístico. Contudo, quando estabelecemos uma maior familiaridade com o assunto, constatamos que se trata de algo comum, simples.

Pois bem, estamos fazendo referência aos sinais de pontuação, os quais predominam nas orações intercaladas ou interferentes. Mas antes temos de saber: por que são assim chamadas? Pelo fato de não estabelecerem nenhuma dependência sintática entre os demais termos que compõem a oração, diferentemente do que ocorre com as orações subordinadas. Elas existem, sim, no sentido de fazer uma advertência, inserir uma opinião, observação ou ressalva.

Vejamos, pois, alguns exemplos, e tão logo constataremos o porquê de termos citados os sinais de pontuação. Entre eles:

Aguardamos ansiosos, disseram os alunos, pela entrega dos resultados.

Depreendemos que o termo em destaque representa a modalidade em questão (oração intercalada), que aparece entre vírgulas.

Tudo se acertará – creio eu – muito em breve.

Da mesma forma ocorre com tal exemplo, uma vez que a oração intercalada se encontra entre dois travessões.

Gostaram dos presentes? – perguntou a madrinha.

Demarcada também pelo travessão, a oração intercalada se faz presente no contexto oracional.

Aquelas palavras (sábias, por sinal) me fizeram compreender que precisava mudar de opinião.

Agora demarcada entre parênteses, percebemos a mesma função ocupada nos demais exemplos.





Artigos Relacionados