Você está aqui: Página Inicial » Gramática » Posição das conjunções coordenativas

Gramática

Texto:
por: Mariana Rigonatto

Posição das conjunções coordenativas


As conjunções são palavras invariáveis que unem orações, estabelecendo entre elas uma relação de subordinação ou de coordenação e, por isso, possuem posições específicas.





As conjunções coordenativas podem ter diferentes posições no período
As conjunções coordenativas podem ter diferentes posições no período



Ao estudarmos o período composto por coordenação, é possível notar que as conjunções coordenativas normalmente iniciam as orações coordenadas. Veja:

Seu carro é velho, mas ele viaja muito. (oração coordenada adversativa)
Ele é muito rico, logo viaja muito. (oração coordenada conclusiva)

No entanto, a posição de algumas conjunções coordenativas pode ser diferente da usual, ou seja, nem todas as conjunções iniciam as orações coordenadas. Vamos analisar esses casos a seguir.

a) Conjunções adversativas: são aquelas que trazem a ideia de contraste (mas, porém, todavia, contudo, no entanto, entretanto). Dessas, somente a conjunção mas deve aparecer obrigatoriamente no início da oração; as demais podem ser colocadas no início, ou após um dos termos da oração.

Exemplos:

Tentou ganhar o prêmio, mas não coneguiu.
Tentou ganhar o prêmio, porém não conseguiu.
Tentou ganhar o prêmio; não conseguiu, porém.

b) A conjunção pois, quando possuir o sentido de conclusão (conjunção conclusiva), aparecerá sempre após um termo da oração a que pertence.

Exemplos:

Foi uma grande amiga; será sempre lembrada, pois.
Diante da crise, devemos, pois, economizar.

c) As conjunções logo, portanto e por conseguinte, quando também conclusivas, podem ser colocadas em diferentes posições no período de acordo com o ritmo, a entonação e a harmonia almejada pelo comunicante.

Exemplos:

Estudei para a prova, por conseguinte, fui aprovada.
Na instrução, diz que deve ser ligado em 110V; não nos serve, portanto.