Você está aqui: Página Inicial » Gramática » Morfologia » Pronomes indefinidos

Morfologia

Texto:
por: Vânia Maria do Nascimento Duarte

Pronomes indefinidos








Como bem retrata o conceito ora proferido, os pronomes indefinidos são aqueles que se referem à terceira pessoa do discurso de modo genérico, vago ou impreciso. Fato notoriamente comprovado em:



Assemelhando-se a outras classes gramaticais, constituem-se de alguns traços que os demarcam, como é o caso de alguns serem flexionados, outros não. Assim sendo, focalizaremos nossa atenção em algumas considerações elucidadas a seguir, tendo em vista sua classificação, bem como as circunstâncias linguísticas em que se encontram manifestados. Vejamo-las:

Quanto ao emprego, temos que:

a) O pronome “certo”, quando posposto ao substantivo, representa um adjetivo.

Estamos no momento certo para recomeçarmos.

b) O pronome “algum” (e demais variações), quando posposto ao substantivo, denota sentido negativo.

Isso não tem valor algum.

c) Quando colocado antes, representa valor positivo.

Ao revê-lo, algumas alegrias contagiaram-me.

d) O pronome “qualquer”, quando posposto ao substantivo, denota sentido pejorativo.

Trata-se de uma mulher qualquer.

e) Quando empregado em frases interrogativas, o pronome “nada” se equivale a “alguma coisa”.

Como! Não trouxe nada para comermos?

f) O pronome “cada”, no caso de não anteceder um substantivo deverá ser precedido dos termos “um” ou “qual”.

Chegaram os dois garotos, cada qual mais bem vestido que o outro.





Artigos Relacionados