Você está aqui: Página Inicial » Gramática » Semântica » Ter a haver ou ter a ver – como utilizá-las?

Semântica

Texto:
por: Vânia Maria do Nascimento Duarte

Ter a haver ou ter a ver – como utilizá-las?








Por que uma simples letra, ora representa pelo “h”, faz toda a diferença no momento de analisarmos as características semânticas das expressões? O fato é que tal aspecto, por mínimo que se configure, desencadeia uma série de pormenores, e um deles é em relação ao significado.

De modo específico ater-nos-emos a duas recorrentes expressões em que tal ocorrência se materializa, representadas por “ter a haver ou ter a ver”. Assim sendo, analisemos:

Nós temos muito a haver com nossos clientes, pois já efetuamos todas as entregas.

Constatamos que o sentido se atém a algo a receber, ou seja, algo relacionado a créditos de uma foram geral.

Um aspecto bem interessante é que muitas pessoas empregam essa expressão de forma errônea ao fazerem uso de:

Eu tenho uma quantia em haver com você. Atente-se a forma correta, que é esta supracitada.

Já no caso da expressão “tem a ver”, percebemos seu recorrente uso mediante as conversas do cotidiano, não é mesmo? Situações como:

Menino, o que você tem a ver com os problemas alheios?

Concluímos que a noção agora se refere a ter relação com algo, dizer respeito a algo.

Vamos a outros casos representativos:

Márcia não teve nada a ver com os problemas ocorridos na escola.

Logo percebi que este assunto tinha tudo a ver com minha família.

Não! Mesmo ele tendo muito a haver conosco, jamais o queremos como parceiro.