Você está aqui: Página Inicial » Literatura » Arte literária » Romance Policial

Arte literária

Texto:
por: Luana Castro Alves Perez

Romance Policial


Estilo mundialmente apreciado, o Romance Policial nasceu das mãos de Edgar Allan Poe, em 1841, e conta com diversos autores que se dedicam ao gênero na Literatura brasileira.





Apesar de não ter tradição literária no Brasil, o Romance Policial, gênero popular em todo o mundo, vem alcançando cada vez mais adeptos
Apesar de não ter tradição literária no Brasil, o Romance Policial, gênero popular em todo o mundo, vem alcançando cada vez mais adeptos



Você sabia que o Romance Policial é um dos gêneros mais populares – e vendidos – do mundo? Com enredos que giram em torno de assassinatos, investigações, depoimentos de testemunhas e descobertas de criminosos, no Brasil, a literatura do mistério também tem seus representantes.

A história do romance policial começou em 1841 com a publicação em uma revista do conto “Os assassinatos da rua Morgue”, do escritor norte-americano Edgar Allan Poe. No Brasil, apesar de não termos tradição literária quando o assunto é o gênero policialesco, a primeira narrativa policial foi publicada em capítulos no jornal “A Folha”, em 1920: “O mistério”, escrito por Coelho Neto, Afrânio Peixoto, Medeiros e Albuquerque e Viriato Corrêa. Desde então, outros autores arriscaram-se no gênero que já contava com prestígio e tradição em outros países, mas que, infelizmente, em nosso país, ainda é visto como um subproduto da literatura, ou seja, uma subliteratura.

Isso porque se acredita que seja difícil escrever uma narrativa de suspense que preserve os elementos necessários para a construção de uma boa trama, tais quais o cuidado com a linguagem, o texto e as personagens. Contudo, autores como Rubem Fonseca, Marçal Aquino - que desde os anos 70 dedicam-se com afinco ao romance policial -, Luiz Alfredo Garcia-Roza, Joaquim Nogueira, Tony Bellotto, Luis Fernando Veríssimo, Flávio Carneiro, Patrícia Melo, Jô Soares, entre outros nomes, começaram a definir os rumos do romance policial no Brasil, deixando-o mais forte como gênero e divulgando-o em diversos eventos literários relevantes para a Literatura nacional.

Para você conhecer melhor o gênero e acabar de vez com as dúvidas sobre a qualidade artística do romance policial, fizemos uma lista de dez livros brasileiros de ficção policial. Boa leitura!

Defendido por nomes como Rubem Fonseca, Luis Fernando Veríssimo e Luiz Alfredo Garcia-Roza, o romance policial vem ganhando força no Brasil
Defendido por nomes como Rubem Fonseca, Luis Fernando Veríssimo e Luiz Alfredo Garcia-Roza, o romance policial vem ganhando força no Brasil

1. A grande arte – Rubem Fonseca

2. O jardim do diabo – Luis Fernando Veríssimo

3. A confissão - Flávio Carneiro

4. Bufo e Spallanzani – Rubem Fonseca

5. O silêncio da chuva - Luiz Alfredo Garcia-Roza

6. Espinosa sem saída - Luiz Alfredo Garcia-Roza

7. Inferno – Patrícia Melo

8. Bellini e a esfinge – Tony Bellotto

9. O Xangô de Baker Street – Jô Soares

10. Informações sobre a vítima – Joaquim Nogueira