Você está aqui: Página Inicial » Redação » Elementos da Comunicação » Função conativa

Elementos da Comunicação

Texto:
por: Luana Castro Alves Perez

Função conativa


A função conativa ou apelativa é um recurso amplamente utilizado em textos que têm como intenção convencer o destinatário da mensagem.





A função conativa da linguagem apresenta uma mensagem centrada no destinatário, cuja intenção principal é persuadi-lo
A função conativa da linguagem apresenta uma mensagem centrada no destinatário, cuja intenção principal é persuadi-lo



Quando escrevemos um texto, nossas intenções ficam evidentes. Para que isso aconteça, adequamos nossa linguagem para atender a um objetivo específico na comunicação. Por meio dela, podemos transmitir informações de maneiras diversas. As funções da linguagem estão centradas nos elementos da comunicação. Dentre elas, destacaremos a função conativa da linguagem, também conhecida como função apelativa.

A função conativa é facilmente identificada, pois sua linguagem é organizada para influenciar e persuadir o destinatário, fazendo uso de verbos no imperativo, pronomes na segunda pessoa e vocativos. Essa linguagem é comumente empregada na publicidade, já que sua principal intenção é vender determinado produto ou ideia para um grupo social específico. Observe os exemplos da função conativa:

Na publicidade para crianças, são utilizados recursos como cores e personagens do imaginário infantil que dialogam com o público-alvo
Na publicidade para crianças, são utilizados recursos como cores e personagens do imaginário infantil que dialogam com o público-alvo

A publicidade dialoga com seu público-alvo através da linguagem empregada, variando de acordo com o tipo de público que pretende atingir
A publicidade dialoga com seu público-alvo através da linguagem empregada, variando de acordo com o tipo de público que pretende atingir

A função conativa é caracterizada pelo emprego de verbos no imperativo, assim como o uso de pronomes na segunda pessoa e vocativos
A função conativa é caracterizada pelo emprego de verbos no imperativo, assim como o uso de pronomes na segunda pessoa e vocativos

Você deve ter notado que os anúncios apresentados dialogam com públicos diferentes, utilizando-se de linguagens distintas para que cada consumidor sinta-se “atingido” pelo emissor. Mas a função conativa não fica restrita à publicidade: ela pode ser encontrada em outros tipos de textos, como discursos, horóscopos e até mesmo em livros de autoajuda. Se a intenção é persuadir, não fique em dúvida, utilize a linguagem conativa.