Você está aqui: Página Inicial » Redação » Gêneros Textuais » Gêneros textuais

Gêneros Textuais

Texto:
por: Luana Castro Alves Perez

Gêneros textuais


Os gêneros textuais cumprem uma importante função social quando o assunto é comunicação. Embora sejam muitos, apresentam peculiaridades que nos permitem identificá-los.





Os gêneros textuais cumprem uma função social específica e estão sempre a serviço da linguagem e da comunicação
Os gêneros textuais cumprem uma função social específica e estão sempre a serviço da linguagem e da comunicação



Você já se deu conta da infinidade de situações comunicacionais às quais somos expostos ao longo de nossa vida? Nem precisa tanto, pois durante um único dia podemos estar envolvidos em diferentes contextos e ambientes que exigem de nós um comportamento linguístico específico. A linguagem é um dos mais eficientes meios de comunicação, pois ela nos permite interagir com pessoas, assim como alterar nosso discurso de acordo com as necessidades do momento.

Dessa constante necessidade que o ser humano tem de interagir e comunicar-se com o outro, surgiram os gêneros textuais. Os gêneros textuais não podem ser numerados, visto que variam muito e adaptam-se às necessidades dos falantes. Mesmo que não possamos contá-los, é possível observar que eles possuem peculiaridades que nos permitem identificá-los e reconhecê-los entre tantos outros gêneros. Entre as características dos gêneros textuais estão a apresentação de tipos estáveis de enunciados, além de estruturas e conteúdos temáticos que facilitam sua definição.

Veja agora alguns exemplos de gêneros textuais:

  • Artigo

  • Crônica

  • Conto

  • Reportagem

  • Notícia

  • E-mail

  • Carta

  • Relatório

  • Resumo

  • Resenha

  • Biografia

  • Diário

  • Fábula

  • Ofício

  • Poema

  • Piada

Embora sejam incontáveis, dadas as diversas situações comunicacionais, os gêneros textuais apresentam peculiaridades que permitem sua identificação
Embora sejam incontáveis, dadas as diversas situações comunicacionais, os gêneros textuais apresentam peculiaridades que permitem sua identificação

Diferentemente dos tipos textuais, que apresentam uma estrutura bem definida, além de um número limitado de possibilidades (podem variar entre cinco e nove tipos), os gêneros textuais são diversos e cumprem uma função social específica. Além disso, os gêneros podem sofrer modificações ao longo do tempo, embora muitas vezes preservem características preponderantes. Como exemplo dessa “evolução”, temos a carta, que depois do advento da tecnologia foi transformada no e-mail, meio de comunicação que substituiu o papel, a caneta e a necessidade de postagem pelos correios, visto que pode ser recebido instantaneamente pelo destinatário. Contudo, alguns elementos linguísticos foram preservados, como as saudações, o remetente e, claro, o destinatário.

Os gêneros são utilizados todas as vezes que os falantes estão inseridos em alguma situação comunicativa. Ainda que inconscientemente, selecionamos um gênero que melhor se adapta àquilo que desejamos transmitir aos nossos interlocutores, sempre com a intenção de sobre ele obter algum efeito. Seja no bilhetinho deixado na porta da geladeira, seja nas postagens feitas nas redes sociais ou até mesmo nas piadas que contamos para os nossos amigos, os gêneros estão lá, trabalhando a serviço da comunicação e da linguagem.