Você está aqui: Página Inicial » Redação » Elementos da Comunicação » Talian

Elementos da Comunicação

Texto:
por: Luana Castro Alves Perez

Talian


Segundo dados do último recenseamento, o Talian é falado por aproximadamente meio milhão de pessoas, também proficientes na língua portuguesa.





O Talian é a mistura do dialeto vêneto com a língua portuguesa. Ele é falado por aproximadamente meio milhão de pessoas
O Talian é a mistura do dialeto vêneto com a língua portuguesa. Ele é falado por aproximadamente meio milhão de pessoas



A diversidade cultural do povo brasileiro está diretamente relacionada com os movimentos imigratórios: ao longo da História, por diversos motivos históricos e geográficos, pessoas de outros países desembarcaram em terras brasileiras em busca de melhores condições de vida. É incontestável que o contato com italianos, japoneses, alemães, entre outros povos, influenciou nossos costumes, tradições e até mesmo nossa língua portuguesa.

O português é a nossa língua oficial e, diferentemente do que acontece em outros países, não existe uma grande variedade de dialetos, fator que ameaçaria a supremacia do idioma lusitano. Sendo assim, podemos afirmar que, linguisticamente, somos unidos por uma mesma língua. Contudo, existe um dialeto chamado Talian que é pouco conhecido pela maioria dos brasileiros, mas que conta, segundo informações do último recenseamento, com aproximadamente meio milhão de falantes. Você já ouviu falar ou sabe o que é Talian?

O Talian é um dialeto e assim é denominado porque é a forma como uma língua é realizada em uma região específica, configurando-se, então, como uma variedade linguística. Ele é falado principalmente pelos imigrantes italianos e seus descendentes no sul do Brasil e consiste na mistura do italiano gramatical com palavras do português brasileiro. A história do Talian é curiosa: na Itália do século XIX era comum o uso de dialetos, pois o italiano ainda não possuía o status de língua oficial. Sendo assim, cada região do país representava uma comunidade linguística, cuja comunicação era específica. Quando italianos de diferentes partes da Itália desembarcaram por aqui, embora provenientes de uma mesma pátria, não falavam todos a mesma língua.

Os registros da imigração italiana no Brasil mostram que, ainda que italianos de todas as partes tenham chegado aqui, a maioria era oriunda da região do Vêneto. Por isso, com o tempo, o dialeto desses imigrantes sobrepôs-se aos demais, favorecendo a formação de um dialeto vêneto brasileiro compreendido por todas as outras comunidades linguísticas. A preservação do Talian, que hoje conta, inclusive, com publicações específicas para os falantes desse dialeto (revistas, jornais e até programas de rádio), deveu-se ao isolamento geográfico de algumas colônias localizadas em cidades interioranas da região sul do Brasil. Os imigrantes que ficaram em cidades como São Paulo logo assimilaram nossa cultura e nosso idioma.

Existem diferenças consideráveis entre o dialeto vêneto brasileiro e o dialeto vêneto ainda encontrado na Itália, por isso o termo Talian, cunhado para diferenciá-los. Embora seja a única língua utilizada em algumas comunidades localizadas principalmente nos estados do Rio Grande do Sul, Paraná, Santa Catarina, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul e Espírito Santo, o Talian não é uma língua oficial nem mesmo onde ele é mais falado do que o português brasileiro. Isso acontece porque a maioria dos falantes do Talian também é proficiente em língua portuguesa, visto a necessidade de integração com a cultura e com a população falante desse idioma.

Gostou de saber? O Talian é a prova de que o Brasil é um país cheio de singularidades que merecem ser descobertas e apreciadas!