Você está aqui: Página Inicial » Gramática » Sintaxe » Sujeito agente e sujeito paciente

Sintaxe

Texto:
por: Mariana Rigonatto

Sujeito agente e sujeito paciente


O sujeito pode assumir diferentes atitudes em relação ao que o verbo expressa, como ser agente, paciente ou ambos de forma simultânea.





Na oração acima, o sujeito não pratica a ação; é dela o paciente
Na oração acima, o sujeito não pratica a ação; é dela o paciente



Compare os sujeitos das orações abaixo:

(1) Pedro dirige um caminhão.

(2) O caminhão é dirigido por Pedro.

(3) Pedro vestiu-se para dirigir o caminhão.

É possível notar que cada um desses sujeitos possui uma atitude diferente em relação ao verbo presente na oração, não é mesmo? Em (1), observa-se que o sujeito Pedro realiza a ação expressa pelo verbo, mas, em (2), o sujeito caminhão não age da mesma forma, ou seja, em vez de executar a ação, ele é dela o paciente, sofrendo a ação do verbo. Por último, temos o caso da oração (3) em que o sujeito Pedro é agente e paciente da ação expressa pelo verbo. Assim, podemos concluir que o sujeito pode assumir três atitudes em relação ao verbo:

a) Sujeito agente: é aquele que executa a ação expressa pelo verbo.

Exemplos:

Maria preparou o jantar para todos.

João viajou para São Paulo.

Marcos construiu aquela casa.

b) Sujeito paciente: é aquele que sofre a ação.

Exemplos:

O jantar foi preparado por Maria.

A maçã foi mordida por ela.

O bebê foi acordado pelo barulho.

c) Sujeito agente e paciente: é aquele que simultaneamente executa e sofre a ação.

Exemplos:

Letícia penteou-se calmamente.

Preparam-se para dormir.

Vestiu-se às pressas.

Aproveite para conferir a nossa videoaula relacionada ao assunto: