Você está aqui:
  1. Página Inicial
  2. Gramática
  3. Sintaxe
  4. Verbo “haver” e suas particularidades sintáticas

Sintaxe

Texto:
por: Mariana Rigonatto

Verbo “haver” e suas particularidades sintáticas


O verbo “haver” pode estabelecer diferentes relações de sintaxe que dependem do seu significado na oração.





O verbo haver possui conjugações diferentes de acordo com o sentido expresso
O verbo haver possui conjugações diferentes de acordo com o sentido expresso



Observe as orações a seguir:

(1) Novos livros hão de ser distribuídos por todas as escolas do país.

(2) Havia muitas pessoas no parque.

Note que, em (1), o verbo “haver” está empregado na 3ª pessoa do plural, concordando com a pessoa do discurso da oração (Os livros), portanto, está na forma pessoal. O mesmo não ocorre em (2), pois, ao apresentar o sentido de “existir”, esse verbo não tem sujeito e, por isso, permanece na 3ª pessoa do singular. Essas particularidades dizem respeito aos diferentes sentidos que o verbo haver pode apresentar no ato comunicativo. Vamos analisar cada um desses casos agora.

1. O verbo haver é empregado em todas as pessoas do discurso quando:

a) é auxiliar do verbo pessoal, junto do particípio ou do infinitivo antecedido da preposição “de”. Nesse caso, ele terá o sentido equivalente a ter.

Exemplo:

Novos livros hão de ser distribuídos por todas as escolas do país.

b) é verbo principal, possuindo o significado de “conseguir”, “obter”, “alcançar”, “adquirir”.

Exemplo:

Os alunos houveram a autorização dos pais para visitarem o museu.

c) é verbo principal, com a forma reflexa, no sentido de “portar-se”, “proceder”, “comportar-se”, “conduzir-se”.

Exemplo:

Houveram-se com respeito durante a audiência de conciliação.

d) é verbo principal, com a forma reflexa, possuindo o sentido de “entender-se”, “avir-se”, “ajustar contas”.

Exemplo:

Os culpados se haverão com a justiça.

e) é verbo principal + infinitivo sem preposição, possuindo o sentido de “ser possível”.

Exemplo:

Não havia convencê-la: estava irredutível.

2) O verbo haver terá um emprego particular para as seguintes expressões:

a) Haver por bem (“dignar-se”, “resolver”, “assentar”, “julgar oportuno ou conveniente”).

Exemplo:

Após tanta polêmica diante das provas do crime, o juiz houve por bem adiar o julgamento.

b) Haver mister (“precisar”, “necessitar”).

Exemplo:

Há mister uma cópia do diploma.

c) Bem haja (“seja feliz”, “seja abençoado”).

Exemplo:

Bem haja aquele que possui olhos para os mais necessitados.

d) Haja vista (“veja”).

Exemplo:

Haja vista a sentença prolatada no julgamento anterior.

3) O verbo haver será impessoal, ou seja, sem sujeito, quando possuir os sentidos de “existir”, “ocorrer”, “acontecer”, “realizar”, ou quando indicar tempo decorrido. Nesse caso, deverá ser sempre conjugado na 3ª pessoa do singular.

Exemplo:

Havia muitas pessoas no parque.

4) O verbo haver será também impessoal nas locuções formadas por ir, dever, poder, etc. + haver. Dessa forma, o verbo permanecerá conjugado na 3ª pessoa do singular.

Exemplo:

Deve haver leis mais rígidas.

Aproveite para conferir a nossa videoaula relacionada ao assunto: